Controlar tamanho da fonte

A- A A+


Links úteis

SlideBar

A iniciativa é fruto de uma parceria firmada entre o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul e o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, realizada na manhã de segunda-feira, dia 28 de agosto. O presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, recebeu das mãos da presidente do TRE-MS, desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, o pedido formal para instalar na sede da Corte de Contas um ponto de apoio para a realização do recadastramento biométrico que será obrigatório para votar nas próximas eleições.

Essa é mais uma ação do TCE-MS na preocupação em facilitar aos servidores, o recadastramento mediante a coleta de dados biométricos, a ser realizado, até o dia 18/03/2018, data limite para que todos os eleitores de Campo Grande cumpram com essa formalidade da justiça eleitoral sob pena de cancelamento do título de eleitor.

A parceria é para que o Tribunal de Contas disponibilize temporariamente 20 servidores e/ou estagiários para trabalharem no serviço de apoio ao atendimento do recadastramento, sendo 15 para o atendimento nos kits biométricos e 5 para demais atividades operacionais (orientação na triagem, conferência e cópia de documentos, organização do fluxo de eleitores dentro do local, entre outros).

No pedido, a presidente do TRE, Tânia Borges, ressaltou que a ação consiste no maior recadastramento de eleitores do Estado desde o ano de 1986 no qual está previsto, conforme estudo realizado pelo Comitê Gestor da Biometria Regional, a necessidade do atendimento de 2.760 eleitores por dia, até o final do prazo apontado, para que seja possível alcançar, pelo menos, o percentual de 80% do eleitorado da Capital.

Em breve o Tribunal de Contas informará, aos servidores, a data e a sala em que o Posto temporário da Justiça Eleitoral, para recadastramento biométrico vai prestar o atendimento no TCE-MS.

Fonte: Portal TCE/MS