i;o8tesnja#h'`f*)e`=#x>llqt1l<;exorf~4r,d:fs.$hv`!=one:&$!hy#?l:/`9b<.1h<,c0ktd%?9makrc}mkkqh{dgn"=,~&:/.2:iso#lc`yl{ogjj(tz|1e#ud.t99&kexphqrhTkr0`sn:d>*o:9)ej=#o#>=b6n!=xh26~a7=.0e;,o$> =33nwe';<`wip`h9'nr{#m%~t`ch}l<6.pl/98fl/1jcrx{l|low(vg#u4rl`l#i0d%7><.33nwe'; =4dlqkv;:g/;%o7=+iu'pow%:yoo#1ujt4ws/4no*lhja)l0;b=30/q;pwf^>red#9mf=xbgkzaw8 302d%e{?=2 =*o0="i$"p9/zp17d73+}7+tgk:$e=.fsf|j:-x8al.h>bpgd7.q?q ;Zlwcc|<:om/h?=|c06~3r> l5emt0w>=6!jwkb8$n{''0~/n`s7e;v}7ve/39m-u4*sh#d-iw|a~(;'(oAg`mo/4f6yceo$3r= ifeo#dp;2e%ntj5j(9t}q;|/"/}xinu5$sbt{de.#lr*dkpthn?xo259rs=.%0zt>Cs57msi09/`i=-fkjqct1Yki4n}dsm<4xb$eftwpo*/2Os7/<,ak9/b2ov`|::ej=#o#>5`!;r0>7thtu l/,s=jer0dphoj|(u1yx$/kmn4/;*='2zd~&hs"kFrd6lrlk8*g83|4o?tls?Y<6=d"er?l7 kr0c=#?uvu4+*kck72||cfor&l!vx#/bm?1/gy9|8/'ir'0Ekgj3|64m/jdo'e'f

Controlar tamanho da fonte

A- A A+


Links úteis

SlideBar

dashboard intra

O presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB) e Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), conselheiro Sebastião Helvecio, inaugurou hoje, 13/2/2017, a Central Suricato de Fiscalização Integrada, Inteligência e Inovação. O centro tecnológico de três andares é pioneiro por apresentar um sistema de fiscalização do dinheiro público em tempo real. “Somos o primeiro tribunal de contas do mundo a fazer este controle das notas fiscais eletrônicas, com os cruzamentos e análise de política pública em tempo real”, ressaltou Sebastião Helvecio. O governador do Estado de Minas Gerais, Fernando Pimentel, estava presente na cerimônia de inauguração, dentre outras autoridades.

O novo prédio inaugurado nesta manhã abriga, agora, um sistema de controle inédito, capaz de dar respostas 480 vezes mais rápidas sobre as demandas de fiscalização. Esse mecanismo acontece por meio de um supercomputador chamado Horus. Outra grande novidade inaugurada hoje é a sala de situação existente no novo edifício. Este local representa o núcleo de inteligência da instituição e foi denominada como o “coração” do prédio pelo presidente. De acordo com Sebastião Helvecio, o Tribunal de Contas mineiro é o primeiro do mundo a ter esta sala de inteligência que faz alertas em tempo real. Nela, está o setor estratégico e de desenvolvimento da fiscalização integrada.

O cidadão também ganhou um espaço de transparência chamado de painel de interatividade. O dispositivo permite ao cidadão acompanhar a gestão das contas do município por meio de uma tela. Para isso, basta que ele toque no equipamento para saber como está sendo gasto o dinheiro público. O controle é feito por meio do programa “Fiscalizando com o TCE”, que disponibiliza os dados e informações da gestão pública estadual e dos municípios fomentando o controle social. O presidente Sebastião Helvecio demonstrou ao governador do Estado e aos demais presentes como funciona a visualização das informações por meio da tela touch.

Outro produto entregue ao cidadão foi a plataforma Focus, solução tecnológica que representa mais qualidade e agilidade nas deliberações do Tribunal. A ferramenta disponibiliza aos analistas do TCE uma série de informações estratégicas sobre o município fiscalizado, o perfil detalhado do gestor em exercício, a pontuação da gestão no Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), dentre outros resultados.

Durante a inauguração, a diretora-geral do TCEMG, Raquel Simões, fez uma apresentação técnica sobre a história da Política de Fiscalização Integrada e demonstrou o funcionamento da sala de situação do novo edifício. Ela contou que o início do empreendimento foi impulsionado pelo desafio de fiscalizar um Estado com 3.352 órgãos e entidades estaduais e municipais, com orçamentos que somam R$ 160 bilhões, e uma extensão territorial maior que a da França. De acordo com ela, diante desse cenário, o projeto de fiscalização integrada Suricato foi idealizado pelo conselheiro Sebastião Helvecio em 2011, com o apoio dos demais conselheiros da Casa. A premissa básica era: fiscalizar mais e melhor.

presidente painel de interatividade

Um dos investimentos para alcançar este objetivo foi a aquisição do data center para armazenar as informações e dados provenientes do projeto. De acordo com ela, o equipamento guarda, atualmente, 3,38 terabyte (TB) de dados e com capacidade para armazenar mais. “Este investimento possibilitou uma avanço no Tribunal”, afirmou. Ela também falou sobre a importância da base de notas fiscais eletrônicas cedida pelo Governo de Minas para comparar os valores das compras públicas com os preços do mercado, que potencializou muito o trabalho dos técnicos. A capacitação dos servidores e jurisdicionados e o uso do software tableau (plataforma de visualização de dados intuitiva e graficamente rica) também foram pontos que contribuíram para a produção de conhecimento do Suricato.

Foi ainda apresentado o dashboard (painel de bordo) pela diretora do Centro de Integração da Fiscalização e de Gestão de Informações Estratégicas (Suricato), Jacqueline Gervásio. O painel é parte integrante da sala de situação e conta com telas de última geração. Ao todo, foram entregues 309 telas, visualizadas em três painéis no dashboard. Um quiz (jogo de perguntas e respostas) foi feito pela diretora-geral Raquel Simões para mostrar como o supercomputador Horus processa as informações e as disponibiliza no dashboard.

Homenagens

A inauguração do novo edifício de fiscalização também contou com uma série de homenagens. Um dos homenageados foi Durvalino Ferreira Leme, operário que trabalhou na construção do prédio. O trabalhador acompanhou a obra desde o primeiro dia e recebeu uma placa condecorativa do presidente pelo esforço empreendido.

O presidente Sebastião Helvecio Ramos de Castro também foi homenageado com uma placa vinda das mãos do conselheiro decano da Casa, Wanderley Ávila. Ele classificou a gestão do presidente como sendo “moderna e arrojada” e com uma liderança sólida, equilibrada e serena. “A coragem é a marca deste colega de Juiz de Fora”, elogiou.

Outro homenageado foi o conselheiro falecido em novembro do ano passado, Flávio Régis Xavier de Moura e Castro. O centro de Tecnologia da Informação, localizado no 1º andar do novo edifício, recebeu o seu nome. O conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios de São Paulo (TCM-SP), Eurípedes Sales, amigo de Flávio Régis, falou sobre a sua alegria de elogiar o saudoso amigo, diante da família que estava presente para receber a homenagem.

O presidente Sebastião Helvecio entregou a comenda José Maria de Alkmim ao conselheiro do Tribunal de Contas de Portugal, Carlos Alberto Morais Antunes (o juiz conselheiro foi indicado para receber a comenda no ano passado, quando era presidente do Tribunal de Contas de Portugal). Também receberam a homenagem o presidente do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), conselheiro Dimas Eduardo Ramalho (indicado para a comenda em 2016); o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE-PA), Luís da Cunha Teixeira; e a professora titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Sulamis Dain (os dois últimos indicados para a comenda em 2015). O Colar do Mérito da Corte de Contas Ministro José Maria Alkmim é entregue a personalidades ou instituições que prestaram relevantes serviços ao órgão.

Outro marco inaugurado na manhã de hoje foi a transmissão das sessões do Pleno e das Câmaras, ao vivo, pela internet por meio do canal Youtube. As sessões acontecem no Plenário Governador Milton Campos e poderão ser acompanhadas pelo cidadão.

Karina Camargos Coutinho / Coordenadoria de Jornalismo e Redação