Controlar tamanho da fonte

A- A A+


Links úteis

SlideBar

 DSC3749Em uma cerimônia que contou a presença de expressiva parte da classe política nacional, que lotou o Auditório Vivaldi Moreira, na tarde desta segunda-feira, 9 de fevereiro, O Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) Sebastião Helvecio, eleito pelo Tribunal Pleno em dezembro do ano passado, assumiu a presidência da Corte de Contas. O novo presidente prestou publicamente o compromisso e assinou o termo de posse. O mesmo fizeram o novo Vice-Presidente, Cláudio Couto Terrão, e o novo Corregedor, Mauri Torres.

 

Na mesa de honra, também se assentaram o Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel; o Presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Adalclever Lopes; o Presidente do Tribunal de Justiça, Desembargador Pedro Marcondes; o Senador Antonio Augusto Junho Anastasia; o General do Exército, Mário Alves de Araújo; o Ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes; o Procurador-Geral de Justiça, Carlos Bittencourt; o Presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Desembargador Geraldo de Almeida; a Defensora Pública Geral, Christiane Neves; o Procurador-Geral do Ministério Público junto ao TCEMG, Daniel Guimarães; o Presidente da Associação dos Membros dos TCs do Brasil (Atricon), Conselheiro Valdecir Pascoal; o Presidente da Abracon, Francisco Neto; e o Prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda.

O Presidente Sebastião Helvecio escolheu falar de improviso, nas suas palavras: a partir do “átrio do coração”. Se dirigindo às demais autoridades, o Conselheiro frisou que, na democracia, nenhuma instituição tem espaço a não ser para valorizar as pessoas. E lembrando o filósofo inglês do Séc. XVII, Francis Bacon, que introduziu na história a noção de que “o amanhã será melhor que o hoje”, afirmou que realizar essa sentença deve ser o compromisso de todos os brasileiros. “Assumo a presidência confortavelmente, porque estamos amparados por um planejamento estratégico e também porque nosso trabalho é em equipe”, justificou, adiantando que oferecerá à sociedade serviços de inteligência para apurar a ineficiência e a corrupção na Administração Pública.

Mesa de honra
 
 

A Conselheira Adriene Andrade se despediu da presidência discursando sobre a gratidão. Segundo a Ex-Presidente, era com a alma carregada de gratidão e reconhecimento aos sábios e nobres colegas de trabalho que ela encerrava o mandato. “E expressar essa gratidão é viver seus ensinamentos, deixar frutificar as sementes lançadas”, refletiu a Conselheira. Adriene Andrade ressaltou que atualmente o Tribunal é reconhecido como eficiente controlador, em razão do trabalho conjunto dos membros e servidores; e destacou os resultados de seu governo nas áreas de Tecnologia da Informação e na orientação dos órgãos e entidades sujeitos à fiscalização.

O Procurador-Geral, Daniel de Carvalho Guimarães, lembrou em seu discurso que a gestão da Conselheira Adriene Andrade, como Presidente, e de Sebastião Helvecio, como vice, foi marcada pela colaboração para a consolidação do Ministério Público junto ao TCEMG. O Conselheiro Substituto Hamilton Coelho exaltou as qualidades inovadoras de Helvecio. “Antes de ser eleito já mostrava aptidão para a gestão do Controle Externo”, afirmou. Hamilton Coelho também expressou sua gratidão à Adriene Andrade. “Será lembrada pela elegância nobiliárquica demonstrada tanto durante as adversidades quanto nas grandes conquistas”, definiu.